quinta-feira, 19 de dezembro, 2013

Goodyear reinventa a roda com cultura voltada à inovação

Novos mercados para produtos já existentes, ampliação de categorias de produtos e economia com a adoção de tecnologias foram alguns dos ganhos da fabricante
As salas sem paredes - divididas por poucas baias - dominam o sexto andar do prédio em uma área nobre de São Paulo. À primeira vista, os trajes e gestos informais remetem ao ambiente típico das empresas de tecnologia. O local, no entanto, abriga a sede da Goodyear na América Latina. E sintetiza uma grande transformação da companhia na região, expressa nas palavras de ordem dispostas logo na recepção: fazer melhor, mais, mais rápido e mais barato.
"Historicamente, a Goodyear sempre foi conhecida pela inovação, mas muito concentrada no produto. Queremos expandir esse conceito para além do pneu e estendê-lo para todos os processos e para o dia a dia da companhia", diz Jaime Szulc, presidente da Goodyear para a América Latina.
Esse movimento começou a ser desenhado há pouco mais de três anos, quando Szulc assumiu o cargo. Mudanças substanciais no setor explicam essa guinada. O acirramento da competição - com novos grupos investindo em fábricas no Brasil - e o aumento do volume de pneus importados no país foram alguns desses fatores. "Ao mesmo tempo, o mundo mudou. Há dez anos, havia poucas opções de escolha. Hoje, o consumidor está cada vez mais exigente e qualquer produto é muito mais customizado", afirma Szulc.
Uma das iniciativas chave nessa estratégia foi a criação de um comitê de inovação, o primeiro da Goodyear no mundo e não restrito ao produto e à tecnologia. Entre outras ações, o comitê criou um programa para capturar as ideias de funcionários da fábrica em Americana (SP). Apenas em 2012, a empresa coletou 35 mil ideias relacionadas aos processos produtivos, das quais, 12 mil foram implantadas. "Em alguns casos, tivemos uma redução de custo de 90%", diz Fábio Dantas, líder de inovação da Goodyear para a AL.
A mesma abordagem foi adotada nas áreas estratégicas da Goodyear. Hoje, cada unidade de negócios é estimulada a lançar um desafio com demandas de sua divisão. A discussão é aberta para as propostas de profissionais de outras unidades e países. "Quando eu cheguei, tínhamos dois projetos sendo testados. Hoje, temos 60 projetos na região", diz Dantas.
Em outra frente, a Goodyear vem investindo em um diálogo mais refinado com os consumidores, seja para identificar demandas específicas ou mesmo para descobrir novas oportunidades de negócios.
Um dos reflexos dessa orientação foi a identificação da sobreposição de produtos em algumas categorias e, ao mesmo tempo, a ausência de ofertas em outras vertentes. O resultado? Nos primeiros meses do ano, a Goodyear registrou um lucro operacional de US$ 231 milhões, acima da cifra registrada no ano de 2012. "Implantar essa filosofia é um desafio constante. Estamos colhendo os resultados, mas ainda estamos apenas no início dessa jornada", diz Szulc.
Jogos ajudaram a disseminar o processo de mudança
A área de recursos humanos tem sido um elemento essencial na mudança de cultura da Goodyear. Para comunicar e introduzir o novo direcionamento, por exemplo, o departamento lançou mão de uma abordagem diferenciada: jogos de equipes, simulando uma corrida, que reunia desde o histórico de ações da Goodyear até os novos desafios impostos pelo mercado. "Essa era a fase que batizamos de Pit Stop, onde questionávamos se as fórmulas que a empresa adotara até então seriam adequadas para essa nova realidade", diz Denise Andrade, diretora de RH da Goodyear no Brasil.
O processo cobriu todos os seis mil funcionários da região. Um dos projetos que nasceram nesse ambiente de colaboração foi a adoção de iPhones para os executivos de todos os níveis da companhia. Até então, não havia uma padronização de dispositivos e as aplicações, em muitos casos, estavam restritas às mensagens de texto. "Conseguimos reduzir os custos de telefonia em 25%, com diversas aplicações e para quase o dobro de usuários", diz Sergio Rosa, gerente sênior de TI da Goodyear para a América Latina.
Brasil Econômico – 18/12/2013
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP