segunda-feira, 30 de novembro, 2015

Sites de venda de cápsulas de café planejam expansão

Pequenas e médias empresas do e-commerce estão encarando o hábito de tomar um cafezinho como uma nova janela para negócios. Pesquisa da consultoria Euromonitor mostra que o segmento de monodoses deve dobrar de tamanho no Brasil, até 2019. Com uma participação ainda tímida no país, essa fatia deve passar de 0,6% do mercado geral de café para 1,3%, nos próximos quatro anos, puxada pela diminuição da demanda por versões em pó e máquinas mais baratas, segundo Nathan Herszkowicz, diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic). "Esse salto pode movimentar R$ 2,9 bilhões em negócios, em 2019, ante R$ 1 bilhão, em 2014", afirma.
De acordo com a Abic, o Brasil tem mais de 80 empresas no setor de cápsulas, ante quatro grandes marcas em 2013, como Nespresso e Dolce Gusto, da Nestlé. Do total, 85% são pequenas e médias companhias, estima Herszkowicz. Entre 2013 e 2014, mercado nacional de monodoses aumentou 52,4% em volume, para 660 mil quilos. "A tendência nos próximos anos é de crescimento firme."
Para o especialista, um dos principais fatores para o avanço é a instalação, no Brasil, de fabricantes que encapsulam o café para terceiros, como a portuguesa Kaffa, que produz em Ribeirão Preto (SP), desde julho de 2014. "Isso permitiu que mais companhias pudessem ter sua própria linha de produtos, sem a necessidade de adquirir o maquinário."
A Moccato, com sede no Rio de Janeiro, preferiu montar uma fábrica própria em Friburgo (RJ). Lançada em julho, a empresa de dez funcionários recebeu um aporte inicial de R$ 1 milhão, de um investidor anjo. Vende cinco opções de cápsulas, no modelo de assinatura on-line. "A ideia é oferecer uma alternativa que una o sabor de um espresso recém-torrado à praticidade do envio recorrente", explica o sócio e diretor Fabrizio Serra. A entrega é feita em sete dias, após a torra.
Os cafés da Moccato são cultivados em Minas Gerais e no Espírito Santo. Há planos de assinatura a partir de 30 unidades, por R$ 51 mensais. Toda a produção é vendida pelo site da empresa, com um tíquete médio de R$ 80. Até agora, Serra não tem do que reclamar.
A produção passou de 18 mil cápsulas, no primeiro mês de operação, para 200 mil unidades, em novembro, despachadas para cerca de 3,5 mil assinantes. A meta é fechar o ano com 700 mil itens vendidos e aumentar a fabricação mensal para 350 mil doses, em janeiro de 2016. A marca está em negociações para receber um novo aporte, no próximo ano, e estuda a abertura de um centro de distribuição em São Paulo, seu maior mercado. "O investimento reduziria o frete e o tempo de entrega", explica.
No Café Store, site com mais de 1,2 mil itens à venda, a estratégia é explorar toda a cadeia da bebida. Entrega cápsulas, café em grão, torrado e moído, além de máquinas e acessórios. "Temos 26 opções de cápsulas e a previsão é dobrar essa oferta, em 2016", diz o diretor Caio Alonso Fontes, que obtém um tíquete médio de R$ 250, por cliente. O próximo lançamento são monodoses de um produtor do Cerrado Mineiro. O portfólio também inclui ofertas importadas, da Etiópia e Guatemala.
Com mais de 25 mil clientes cadastrados, o empresário comanda 12 colaboradores diretos e já investiu mais de R$ 2,2 milhões no negócio, em tecnologia, serviços e logística, desde o início da operação, em 2011. Fechou 2014 com um faturamento de R$ 1,5 milhão e a expectativa para 2015 é faturar R$ 2,2 milhões. "Somente nos primeiros três trimestres deste ano, tivemos um crescimento de 45% nas vendas, comparado a 2014."
No site Lombas, além de vender 12 marcas compatíveis com equipamentos Nespresso, o objetivo é atender empresas, com a oferta de máquinas, suprimentos e consultoria. Lançada em outubro, mas em testes desde 2014, a companhia tem planos de oferecer uma marca própria, a partir de 2016, segundo o diretor Vítor Bertini, que já trabalhou com exportação de café. Os preços variam de R$ 13,90 a R$ 22,00, por caixa com dez doses, com um ticket médio de R$ 80. O volume de vendas passou de 250 cápsulas, no primeiro mês de operação, para uma média mensal de três mil unidades, hoje. "A expectativa é encerrar o ano com 30 mil cápsulas vendidas", diz.
Valor Economico
Produtos relacionados
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP