segunda-feira, 16 de maio, 2016

Nestle cresce e domina linha ’premium’

No ano passado, a operação da Nestlé em todo o mundo teve avanço de 4,2% nas vendas. A companhia, que não revela os números por país, afirmou que, apesar da crise, também cresceu no Brasil, em um movimento puxado pelos opostos: uma corrida para os produtos mais baratos e para as linhas premium. “Acredito que estejamos bem posicionados nas duas pontas”, afirma Laurent Freixe, vice-presidente global da Nestlé. Segundo o executivo, na crise as pessoas ficam mais atentas à equação custo-benefício. “O consumidor tende a comprar produtos mais baratos, mas não abre mão daqueles em que percebe uma qualidade superior.” Na rota dos itens mais sofisticados, um dos principais vetores de crescimento foi a linha Nescafé Dolce Gusto, que, com crescimento de dois dígitos, motivou a abertura de uma fábrica para o produto em Montes Claros, Minas Gerais, inaugurada em dezembro de 2015.
Para o consultor em alimentos e bebidas Adalberto Viviani, a retração na economia explicita a confiança que o consumidor tem na empresa em determinadas categorias. “Hoje, as pessoas precisam preservar a renda. Então, vão pensar duas vezes antes de mudar por causa de alguns centavos”, pondera o especialista. “Isso é ainda mais forte em produtos ligados à alimentação infantil, como leite e farinha láctea.”
Presente há 95 anos no Brasil, a Nestlé fez do País o quarto maior mercado global para seus produtos – atrás de Estados Unidos, China e França. Hoje, a empresa domina nada menos do que 8% de todo o mercado nacional de alimentos industrializados, segundo a consultoria Euromonitor. Apesar da chegada de novas marcas ao Brasil nos últimos anos, a companhia vem conseguindo manter seu domínio nas gôndolas.
O grupo suíço mantém a liderança isolada de segmentos importantes e tradicionais, como chocolates e laticínios, mas não ficou parado e abriu outras frentes, nas quais também se tornou referência. É o caso do segmento de cápsulas de café, em que hoje sua fatia é de 48%, com as marcas Nespresso e Dolce Gusto.
Fonte: Estadão - 16/05/2016
Produtos relacionados
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP