sexta-feira, 13 de janeiro, 2017

Comércio eletrônico paulista decepciona em 2016

O faturamento do comércio eletrônico paulista chegou a seu pior nível no terceiro trimestre de 2016, segundo levantamento da FecomercioSP e da E-bit. A retração da receita foi de 4,6% nos 12 meses até setembro do ano passado.
"A maior parte dos produtos vendidos virtualmente são supérfluos, que acabam cortados em um momento de crise", diz a economista da federação Julia Ximenes.
O volume de operações teve uma alta de 1,4% no terceiro trimestre de 2016, na comparação com igual período do ano anterior. O tíquete médio das compras, porém, caiu 7,9% no período.
O desempenho nacional, diz ela, segue uma tendência semelhante. O Estado de São Paulo representa 46% da receita com as vendas no País.
Supermercado Moderno
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2019 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP