quarta-feira, 10 de outubro, 2018

Alunorte voltará a operar no Pará

A refinaria de alumina Alunorte, da Norsk Hydro, acordou com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) a retomada de 50% da sua capacidade de produção. A decisão, segundo nota da companhia, segue a autorização excepcional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que autorizou a Alunorte a utilizar a tecnologia de filtro prensa para processamento de resíduos de bauxita. “A expectativa é que a produção da Alunorte consiga gradativamente chegar a 50% em até duas semanas”, afirmou a empresa em nota. O vice-presidente executivo da área de bauxita e alumina da Hydro, John Thuestad, destaca no comunicado que a medida deve assegurar os postos de trabalho na unidade. “Com a documentação consistente, comprovando a integridade do nosso sistema de descarte de resíduos de bauxita quando baseado no uso do filtro prensa, e em alinhamento com a Semas, estamos agora em condições de retomar com segurança 50% das operações da Alunorte”, frisa o executivo. “Este é um desdobramento muito bem-vindo para garantir milhares de empregos no Pará, bem como assegurar o fornecimento para nossos clientes e mercados globais”, acrescentou. A Alunorte opera com metade da capacidade desde março, depois que as autoridades estaduais de meio ambiente e a Justiça determinaram a redução da produção em 50% após acusação de vazamento de rejeitos em rios e igarapés.A empresa chegou a anunciar na semana passada suspensão total das operações da unidade, diante das dificuldades de aprovar o novo sistema de rejeitos.
DCI - 10/10/2018
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP