quarta-feira, 14 de março, 2018

Brasil Pharma cai 7 posições em ranking do varejo

Em processo de recuperação judicial, a rede de farmácias Brasil Pharma caiu sete posições no ranking dos maiores grupos do varejo farmacêutico, conforme dados da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). A companhia encerrou 2017 na 13ª posição entre os grupos de maior faturamento, ante o 6º lugar de 2016. Nos anos de 2012 e 2013, auge da operação da rede criada pelo BTG Pactual e dona de farmácias como a paraense Big Ben e a baiana Santana, a Brasil Pharma ocupava o 4º lugar. Produtividade. O encolhimento da Brasil Pharma é notado ainda nos dados de faturamento por loja. Nesse ranking, a companhia caiu do 18º lugar em 2016 para o 24º em 2017. Ao mesmo tempo, uma das redes que comprou ativos vendidos pela Brasil Pharma – a d1000, da Profarma – aumentou sua produtividade. A empresa era a 11ª colocada no critério de faturamento por loja em 2016, ano em que comprou a rede Rosário das mãos da Brasil Pharma. Agora, ocupa o 9º lugar. (Dayanne Sousa)
O Estado de S. Paulo - 14/03/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP