sexta-feira, 11 de maio, 2018

Tomra Sorting amplia produtividade na reciclagem de PET

A nova aplicação, possibilitada pela maior intensidade luminosa, será um avanço bem-vindo em um momento em que a demanda por garrafas plásticas e bandejas cresce internacionalmente. Para separar, na triagem do refugo pós-consumo, garrafas de PET de bandejas termoformadas apenas com o poliéster, a norueguesa Tomra Sorting Solutions introduz a tecnologia de sensores por infravermelho Tomra Sharp Eye. Ela aprimora a capacidade do modelo de máquina anterior, Autosort, de separar as bandejas multicamada. Segundo foi divulgado pela Tomra, pequenas diferenças, mas críticas, nas propriedades químicas das bandejas e garrafas de PET exigem sua separação para a etapa seguinte da reciclagem. Além disso, a inteligência artificial incorporada nos sistemas Tomra permite a análise contínua de produtos classificados. A chave para este avanço é um aprimoramento da tecnologia Flying Beam da empresa. O sistema de identificação por infravermelho próximo faz a leitura de cada ponto (sem necessidade de lâmpadas externas), com foco apenas na área da esteira que está sendo escaneada e assim permitindo uma ampla variedade de ajustes, de modo que essa tecnologia possa distinguir até as menores diferenças moleculares nos materiais que passam pela linha de reciclagem. O sistema Sharp Eye conta com uma lente maior para um grau superior de intensidade de luz, possibilitando a detecção das propriedades espectrais mais complexas. Para separar PET pós-consumo do lixo plástico submetido à triagem, o equipamento Autosort detecta o tipo de material e a cor em combinação com o formato dos objetos.
Plásticos em Revista - 11/05/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP