quinta-feira, 16 de agosto, 2018

Dona de Absolut e Jameson lança site “secreto” para vender bebidas

Discretamente, uma das mais tradicionais fabricantes de bebidas do mundo, a Pernod Ricard, dona de marcas como a vodka Absolut e o uísque Jameson, se lançou no varejo no Brasil. Desde o início do ano a empresa está operando o site Drinks&Co, que além de vender diretamente ao consumidor brasileiro suas bebidas, também oferece dicas de como montar um bar em casa, quais utensílios usar e dá receitas de drinks e sugestões de harmonização com comida. Vender diretamente ao consumidor final é uma oportunidade e uma defesa para a companhia que faturou 9 bilhões de euros no último ano (cerca de 40 bilhões de reais). De um lado, é uma forma de estimular o consumidor a conhecer e se aventurar mais na preparação de drinques em casa. Com a crise econômica mais pessoas passaram a reunir amigos e familiares em casa e as despesas com alimentação fora do lar caíram em 2015 e 2016, só retomando ano passado, ainda que timidamente, segundo a associação do setor de bares e restaurantes, Abrasel. Em 2016, por exemplo, 46% das empresas associadas à Abrasel viram seu faturamento cair. Mesmo com a economia voltando, o hábito de se reunir em casa continua, o que beneficia não apenas a indústria de bebidas, mas empresas como iFood, de delivery de refeições, e Rappi, de entregas em geral. Apesar de, até agora, a plataforma Drinks&Co só ter sido divulgada para os próprios funcionários da Pernod – não há data para lançamento oficial –, qualquer um que entrar e fizer o cadastro no site já tem acesso ao serviço. Atualmente já passam de 50.000 o número de clientes cadastrados. As compras estão sujeitas ao frete, mas, em geral, as bebidas são comercializadas a preços menores do que em sites de grandes redes. A vodka Absolut de 1 litro, por exemplo, custa 95,90 reais na Drinks&Co, 106,90 reais no site do Pão de Açúcar e 107,00 reais no site do Carrefour. O uísque Ballantine’s 12 anos de 750 ml sai até 20% mais barato. Além das bebidas, o Drinks&Co também vende acessórios para o preparo de drinks e coquetéis, como taças, baldes e dosador. Segundo a Pernod Ricard, a Drinks&Co está em fase de testes e não tem a ambição de competir em preço com os grandes varejistas. “A estratégia da empresa com isso é entender as demandas dos consumidores e ajustar as ferramentas para só então começar a divulgação desse canal”, disse a EXAME Thibault Cuny, presidente da Pernod Ricard Brasil. A Pernod não divulga quanto já está faturando com a iniciativa e nem o volume de vendas. O Drinks&Co é também um teste para um ambiente de competição mais acirrada no futuro, com mais pessoas comprando comida e bebida pela internet. Atualmente, apenas 0,4% das vendas de supermercado no Brasil são feitas online, ante uma média que passa dos 4% na China e no Reino Unido, segundo relatório do banco UBS. O número vai crescer cada vez mais, o que abre uma grande oportunidade para as marcas venderem – e se comunicarem – diretamente com seus consumidores. Como a Pernod vende bebidas que não precisam de refrigeração e que têm alto valor por garrafa, a internet é vista como um mercado de excelente potencial para os próximos anos. Competição em alta A indústria de bebidas no Brasil faturou mais de 117 bilhões de reais em 2016. Apesar de a cerveja ser a preferência nacional, o consumo de destilados tem aumentado. O consumo de uísque, por exemplo, cresceu 8% ano passado, o de vodka, 4% (o Brasil está entre os 10 maiores mercados de vodka no mundo, segundo pesquisa da consultoria Euromonitor). O consumo de gim, novo queridinho dos bares brasileiros, saltou 111%, mais do que o dobro de 2016. Os gins importados cresceram 120%, de acordo com a consultoria inglesa International Wine and Spirit Research. Em uísques, a Pernod tem, 22,2% de participação de mercado. Em vodka, a Absolut é, de longe, a marca premium mais consumida (representa 73,5% em volume). De origem francesa, a Pernod está no Brasil desde 2001, quando comprou a divisão local da fabricante e engarrafadora de bebidas canadense Seagram. Atualmente possui fábricas em Suape (PE), inaugurada em 2002, e Resende (RJ), inaugurada em 2004. Em Suape (PE), a fábrica é responsável pela produção e engarrafamento de marcas como rum Montilla, uísques Passport, Natu Nobilis e Wall Street e vodca Orloff. Em Resende (RJ), a unidade é responsável pela produção e engarrafamento de marcas como Montilla, Passport, Orloff e cachaça São Francisco. Das bebidas importadas, as mais relevantes para o mercado brasileiro em volume de vendas são Absolut, Ballantine’s, Chivas, Jameson, Havana Club, Beefeater, Malibu, Mumm, Perrier-Jouët, Monkey 47 e Plymouth. Em outubro, a empresa lançará no Brasil um gim com sabor, o Beefeater Pink, abrindo uma nova categoria no país. O Brasil está entre os 10 maiores mercados da Pernod no mundo, mas os executivos da subsidiária veem potencial para, no longo prazo, o país se aproximar dos cinco maiores mercados. Para isso, a empresa estuda trazer cada vez mais marca de seu portfólio global ao país. São vendidas por aqui 16 das 40 marcas da companhia. A região das Américas foi a que mais cresceu para a Pernod em 2017, com avanço de 7%. É também a região que puxa o crescimento da principal concorrente, a Diageo (dona de marcas como Smirnoff e Johnnie Walker), que faturou cerca de 60 bilhões de reais em 2017. A sede de brasileiros e americanos por destilados ainda vai ser motivo de muita competição. Bom para o consumidor.
Exame - 14/08/2018
Ver esta noticia em: english espanhol
Outras noticias
DATAMARK LTDA. © Copyright 1998-2018 ®All rights reserved.Av. Brig. Faria Lima,1993 3º andar 01452-001 São Paulo/SP